ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Tudo que não for mangá mas te interessa. Videogames, anime, música, seriados, filmes, exposições.

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Kamui » Wed Apr 26, 2017 10:03 am

Infelizmente nessa temporada não estou assistindo NADA.

Quer dizer, eu sofro vendo Berserk, mas não sei porque. E alguns episódios que pulei de Gintama.
User avatar
Kamui
Site Admin
 
Posts: 1163
Joined: Thu Jul 19, 2012 9:00 am

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby ogrande1975 » Thu May 04, 2017 12:01 pm

Kamui wrote:Infelizmente nessa temporada não estou assistindo NADA.

Quer dizer, eu sofro vendo Berserk, mas não sei porque. E alguns episódios que pulei de Gintama.


Justo. Essa temporada não está valando o tempo de ninguém.
Eu já "dropei" mais da metade do que analisei.
Image
ogrande1975
 
Posts: 626
Joined: Thu Jul 19, 2012 5:09 pm

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Cell » Tue May 09, 2017 5:09 pm

Assim como o Grande, estou com receio de que Re:Creators decepcione depois de um começo foda como Aldnoah.Zero, mas pelo menos essa série não foi abandonada pelo criador depois de apenas 3 episódios. Por sinal, nunca imaginei que o autor de Black Lagoon ia criar algo tão fantasioso.

Queria poder largar mais animes, mas continuo comprometido com Yowamushi Pedal S3, Fukumenkei Noise, Sagrada Reset, Sakura Quest, Saekano S2, Tsuki ga Kirei, Berserk (já cheguei ao estado de luto da aceitação quanto ao CG de merda), Kabukibu, Seikaisuru Kado, Kyokai no Rinne S3, Boku no Hero Academia S2, Shingeki no Kyojin S2, Re:Creators, Atom: The Beginning, Dragon Ball Super, Uchouten Kazoku S2 e Little Witch Academia. Mais uma vez, haja continuações.

Por sinal, para quem curtiu o filme A Chegada e possui alguma tolerância a CG escroto, Seikaisuru Kado é recomendadíssimo. Uma história de ficção científica que não abusa da "suspensão de descrença" e leva em conta todas as repercussões que um contato com um visitante de outro mundo teria para a humanidade. Mas podem pular o episódio 0, que se passa antes do contato e só serve para introduzir o protagonista e mostrar como ele é bom em negociações.
User avatar
Cell
 
Posts: 871
Joined: Thu Jul 19, 2012 7:33 pm

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Kamui » Wed May 10, 2017 9:38 am

Está tendo Rinne 3? Engraçado, o Crunchyroll dropou?
User avatar
Kamui
Site Admin
 
Posts: 1163
Joined: Thu Jul 19, 2012 9:00 am

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Cell » Wed May 10, 2017 6:02 pm

Kamui wrote:Está tendo Rinne 3? Engraçado, o Crunchyroll dropou?


Pois é, tanto que a versão que eu baixo do Horrible Subs é ripada do Anime Network. Uma pena, pois a tradução do Crunchyroll nas duas primeiras temporadas era melhor.

Parecia que o Crunchyroll tinha garantido o monopólio de streaming de animes depois da parceria que fez com a Funimation, mas agora a Amazon, o Anime Network e a Netflix têm várias séries exclusivas. E para piorar, algumas séries do Crunchyroll como BNHA e Sakura Quest não estão disponíveis para a América Latina.
User avatar
Cell
 
Posts: 871
Joined: Thu Jul 19, 2012 7:33 pm

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Kamui » Thu May 11, 2017 9:33 am

Nunca tinha ouvido falar nessa Anime Network, mas fui ver a lista e é quase a mesma coisa do Crunchyroll, salvo alguns de catálogos (que não me chamaram a atenção). Rinne 3 deve ser a melhor coisa exclusiva deles.

É uma pena, porque eu gostava de Rinne e assistia, apesar de ser o mangá mais dispensável (mas não chato) da tia Rumiko.
User avatar
Kamui
Site Admin
 
Posts: 1163
Joined: Thu Jul 19, 2012 9:00 am

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby ogrande1975 » Thu May 11, 2017 2:51 pm

Kamui wrote:Nunca tinha ouvido falar nessa Anime Network, mas fui ver a lista e é quase a mesma coisa do Crunchyroll, salvo alguns de catálogos (que não me chamaram a atenção). Rinne 3 deve ser a melhor coisa exclusiva deles.

É uma pena, porque eu gostava de Rinne e assistia, apesar de ser o mangá mais dispensável (mas não chato) da tia Rumiko.

Parece mentira, mas eu compraria o mangá...Apesar de ser, certamente, um "Rumiko menor".
Image
ogrande1975
 
Posts: 626
Joined: Thu Jul 19, 2012 5:09 pm

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Kamui » Mon Jul 10, 2017 11:10 am

Zero novas séries assistindo nessa temporada. Esse ano tá um desastre em animes, hein?
User avatar
Kamui
Site Admin
 
Posts: 1163
Joined: Thu Jul 19, 2012 9:00 am

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby Cell » Mon Jul 10, 2017 5:31 pm

O que está chovendo nesta temporada são guilty pleasures do tipo "eu sei que é uma merda mas me diverte", como Escolinha de Kaijis (Kakegurui), As Aventuras do Jovem Padre Quevedo (Vatican Kiseki Chousakan) e Princess Principal. Só que nenhum deles está no Crunchyroll, que está perdendo cada vez mais animes para a Amazon, Netflix e Hidive (substituto do Anime Network).
User avatar
Cell
 
Posts: 871
Joined: Thu Jul 19, 2012 7:33 pm

Re: ANIMES - Quando é necessário mais que imagens bonitas

Postby ogrande1975 » Mon Aug 07, 2017 4:18 pm

Hora do review da temporada.

Mas vai ser curto, pois essa temporada está triste...Porém até que tem coisa legal para assistir.
Vamos lá então:

-Katsugeki! Touken Ranbu

Baseado na franquia de Otome games (VN para o público feminino) temos um animê produzido pelo Ufotable com a maestria de sempre, com um argumento intrigante e deveras original.

-Knight's & Magic

Essa adaptação de light novel, na boa, não tem nada de espetacular, mas diverte.

-Clean Freak! Aoyama-kun

Aqui a primeira dificuldade está em classificar o animê; é comédia, é esportivo ou ambos??
Você consegue imaginar a vida -nada fácil- de um cidadão avesso à sujeira e que pratica um dos esportes de maior contato físico e -inevitável- sujeira??
O autor consegue e vai além, entrega uma divertida crônica do dia-a-dia deste herói, sua atípica personalidade, que em nada é menos bizarra do que a de seus colegas d classe / time e rivais.
O esporte é presente, mas está longe de ser o foco da estória, funcionando mais como um mcgufin (condutor) para os acontecimentos.
Vale muito a pena assistir para rir.

-Elegant Yokai Apartment Life

Animê com estilo e muita introspecção, o protagonista navega pelo argumento e reflete sobre a vida. Boas reflexões.

-Restaurant to Another World

Assim como o anterior, não tem um grande objetivo ou saga, é um animê para assistir e refletir.

-18if

Animê original produzido pelo Gonzo, episódico, cujo formato lembra muito uma série de tv. As estórias vão, deste a comédia até o terror.

-Made in Abyss

Outro forte candidato a animê do ano.
Parte técnica impecável, animação em nível de filme e bem constante. Os personagens são "ok" e a estória tenta, incessantemente vendê-los. Conseguirá?
Só o tempo dirá

-Altair: A Record of Battles

Outra adaptação de LN, nada para destacar além do fato de se passar um uma terra fictícia moldada à imagem da Eurasia do fim da idade média / início do renascimento e do protagonista ser muçulmano. Produzido pelo estúdio Mappa.

-Princess Principal

Animê original, produzido por figuras notórias do meio ( Hiroyuki Yoshino & Ichiro Okouchi - roteiristas de Code Geass-; Masaki Tachibana diretor de 91 days; Yuki Kajiura -dispensa apresentações- Kouhaku Kuroboshi -charactr design de Kino no Tabi-) trás uma estória steampunk com...MOE?!?!?
Acho divertido, mas não recrimino a quem torça o nariz.

-3P Tenchi

Só MOE.
Já assistiu Ro-kyu-bu?
Assistiu esse é a mesma estória (mas com uma banda -com uns playbacks cabulosos e que nenhuma suspensão da descrença cconsegue afastar) invés de um time de basquete) , cagada e cuspida.

-My First Girlfriend Is a Gal

Estória e animação dignas de um hentai ruim. Só a protagonista, bem simpática -e dotada- consegue tornar, essa ode à porcaria, tolerável.

-Classroom of the Elite

O melhor animê da temporada. Se não assistiu, vá preparado para a surpresa -agradável- que terá.
O chara -feito por um desenhista de de Hentai- Kazuma Muramasa (desenhista talentoso e se mostrando versátil, aliás) combinado com a animação colorida e as personalidades, num primeiro momento, picarescas induzem a ideia de ser mais uma adaptação de LN cômica e sem vergonha.
Ledo engano. Temos drama, suspense psicológico, desenvolvimento de personagens e comédia também, é claro, bem dosadas. É um animê com cara de zoado mas que conta uma estória séria e boa.

-Gamers!

Esse é comédia pura, do mesmo autor da pérola oculta Seitokai no Ichizon (Student Council's Discretion), divide com esse as mesmas qualidades e defeitos.
Os 2 primeiros episódios são introdutórios, só apartir do 3 que as coisas começam a ficar divertidas e muito.
Os personagens, até por serem previamente apresentados e terem seus "desvios de caráter" expostos, são carismáticos e funcionam muito bem dentro do drama.
A parte ruim é a animação, inconstante (não como em Konosuba, onde as distorções visuais nos modelos eram um recurso para tornar as cenas mais engraçadas) do estúdio estreante PINE JAM e a carência de um diretor com "timing" cômico melhor.

-The Reflection

Premissa de Stan Lee, animação do Deen, diretor de Anohana e dinheiro dos chineses, se essa salada não te deixar curioso, nada mais deixa. Não estranhem a abertura (parece filme da Marvel...por que será?) e nem a coloração (imita a coloração de HQ), recomendo pelas referências e por ser notavelmente algo diferente assim como Castlevania da Netflix.

-Kakeguruii

Difícil de acompanhar, pela restrição imposta pela empresa de stream com os direitos da série, mas muito boa. Os jogos são idiotas e previsíveis, mais o caráter imprevisível dos personagens e as reviravoltas valem a pena.

-Fate/apocrypha

Sinceramente, esperava mais. O A-1 certamente não é o Ufotable, mas está dando conta do recado. O problema é a estória, que, tenta ser algo diferente sem ter coragem de inovar ou romper com as bases da franquia. Até gostei dos novos servos, já os mestres...

Concluo.
Coloquei os nomes em inglês -chamados "nome internacional"- para facilitar a compreensão.
No mais, Re-creators anda lerdo, Rinne hilário (Tia Rumiko não decepciona), Bahamut está épico e Sakura Quest não abandona a zona de conforto nem por decreto, ainda que esteja decente, continuo advogando que o P.A. Works devesse investir mais em animês como Kuromukuro.

O Satelight lançou a 4.ª temporada de Symphogear (AXZ) que é mais do mesmo. Só que, a cada temporada, as personagens parecem usar menos roupas... :nhe:

Dos animês curtos (cerca de 12 minutos) Tsuredure Children e AHO-GIRL se destacam. O primeiro pela qualidade do argumento, provando que, com um bom material, até 12 minutos é o suficiente para contaar uma boa estória e o segundo pelo escracho e o nonsense.

AT+
E desculpem o atraso.
Last edited by ogrande1975 on Tue Aug 08, 2017 11:19 am, edited 1 time in total.
Image
ogrande1975
 
Posts: 626
Joined: Thu Jul 19, 2012 5:09 pm

PreviousNext

Return to GAMES, ANIMES E O RESTO

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron